Como é feita a investigação social em concurso público?

Como é feita a investigação social em concurso público?
2 meses atrás

Você sabe como é feita uma investigação social concurso público? Sabe como são conduzidas cada uma das etapas deste tipo de procedimento necessário a realização desses certames?

O desejo de ter uma estabilidade em sua vida profissional motiva diversas pessoas a tentar ser servidores públicos, mediante aprovação nos concursos aos quais se submetem a prestar.

Desta forma, para facilitar a compreensão a respeito do funcionamento destas etapas, vamos com este post dar maiores informações sobre este tema, bem como demonstrar de maneira direta o impacto que elas possuem dentro do processo de aprovação dos candidatos.

Como é feita a investigação social concurso público?

A investigação social concurso ocorre principalmente em concursos públicos voltados ao âmbito militar, como por exemplo investigação social concurso polícia civil no qual por meio de diversas perguntas, é levantado todo o histórico do postulante ao referido cargo público.

Dessa forma, este processo, quando previsto, é importante ser realizado para que se tenha uma certificação a respeito da conduta de cada candidato antes que o mesmo, de fato, venha a ocupar um cargo na espera pública.

Principais Etapas da investigação social concurso público

Quando pretendemos saber como ocorre uma investigação social em concurso público, precisamos entender que esta ação acontece dentro de uma série de questionamentos subdivididos em algumas etapas, sendo estas:

Investigação social concurso público

Informações pessoais

Nesta parte, o objetivo consiste em levantar dados básicos do candidato, tais como: RG, CPF, nome completo, e-mails, entre outras informações pessoais que forem prontamente solicitadas.

Informações Residenciais

Aqui, é necessário acrescentar dados sobre todos os lugares em que já se residiu e, da mesma forma, sobre os que se reside no momento atual. Contudo, torna-se importante ressaltar também o fato de que, em casos onde não se tenha morado com os pais ou esposa (o) durante algum período, é necessário dar a pronta explicação desta realidade.

Informações sócio familiares

Nesta fase de uma investigação social concurso, têm-se como intuito levantar dados e informações que dizem respeito aos pais e irmãos dos candidatos. Em situações onde se foi criado por padrastos, tutores legais ou outras pessoas que não sejam os pais biológicos também precisam ser relatadas de igual maneira, se assim for o caso.

Informações de cunho pessoal e familiar

Nessa etapa o candidato responderá questões sobre questões como:

  • Realização de tatuagens;
  • Internação por motivos de distúrbios nervosos, mentais ou outras doenças do próprio candidato ou de algum familiar;
  • Uso atual ou passado de cigarros, bebidas alcoólicas ou drogas ilícitas.

Entretanto, vale ressaltar que neste momento do processo, também é necessária a presença de quatro testemunhas no formulário que não sejam parentes ou mesmo ou ex-empregadores do presente candidato.

Informações judiciais e policiais

Em conformidade com as outras etapas de perguntas, também será necessário prestar esclarecimentos sobre o fato do candidato já ter feito ou fazer parte de algum tipo de Processo na Justiça, independentemente de sua condição dentro do mesmo.

Informações profissionais

Deve-se neste momento realizar o preenchimento de dados sobre os locais aos quais o candidato já manteve algum tipo de vínculo empregatício.

Informações escolares

Neste momento, devem ser dadas informações sobre os locais onde realizou seus cursos, sejam eles desde o ensino fundamental até graduações superiores.

Informações econômicas

Aqui, busca-se ter informações se o candidato possui algum tipo de débito bem como ter a necessidade de explicá-los, como acontece em casos de cheques devolvidos e demais pendências financeiras.

Informações de Trânsito

Será avaliado se o candidato possui uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ativa ou mesmo uma Permissão Para Dirigir (PPD), bem como se ele já se envolveu em acidentes ou se já apresentou algum problema com sua documentação de trânsito.

Reprovação na fase de investigação social concurso público

Mesmo estando apto em fases anteriores de um concurso público, o candidato pode estar sujeito à sua reprovação dentro deste processo, mediante situações que realmente venham a comprovar a sua falta de aptidão para exercer o cargo, não sendo aceitos motivos sem maior relevância. No entanto, em situações como estas cabem-se recursos judiciais.

Presunção da inocência na fase da investigação concurso público

Esta espécie de benefício é concedida a todos os candidatos que, mesmo respondendo a uma ação judicial, não podem ser eliminados dentro de um processo de concurso público se a mesma não estiver sido transitada e julgada.

Por que devo contratar um advogado para questões de concursos públicos?

Quando pensamos nas melhores estratégias para resguardar todos os nossos direitos dentro de um processo de concurso público, a atitude de entrar com ações a nível de recurso administrativo pode fazer total diferença dentro dos objetivos que pretendemos alcançar com elas.

A partir disso, a busca pelo suporte profissional adequado e especializado nesta área mostra-se como sendo um movimento positivo em direção ao êxito neste tipo de processo.Aqui, com a Safe e Araújo, você tem a segurança de estar sobre o apoio de um escritório de advocacia referência nas mais diversas áreas do Direito, tais como Direito militar, advocacia concursos públicos entre outras. 

Entre em contato conosco, conheça os nossos serviços e fale com um advogado especialmente designado para a busca da solução de sua demanda.